quinta-feira, 28 de fevereiro de 2019

VENHA PARTICIPAR DO 1º BLOCO DO SERVIDOR FOLIA

Vem aí o Bloco Servidor Folia, próximo sábado - dia 02 de março, a partir das 19 horas, na Praça Padre Cícero, com trio elétrico e banda puxando no percurso: Rua Tavares Bastos, Rua Marechal Deodoro da Fonseca, encontrando-se com a Franga da Madrugada. 

Caia na folia com o Servidor Folia!!
Pegue seu abadá gratuito, na sede do Sindicato.

Realização:


Apoio:







terça-feira, 26 de fevereiro de 2019

SINDICATO CONVOCA TODOS OS SERVIDORES MUNICIPAIS DE UNIÃO DOS PALMARES




A Diretoria do Sindicato - SINTPMUP, convoca todos os servidores públicos municipais para participarem da Assembleia Geral, para definir e deliberar o Reajuste Salarial e a Pauta de Reivindicações 2019.

Dia: 01 de março de 2019 (sexta-feira)
Horário: 08 horas
Local: Auditório do Sindicato 







(Av. Hermano Plech, nº 84, Centro – Próx. ao Colégio Adventista)





segunda-feira, 25 de fevereiro de 2019

MAIS UM SERVIÇO OFERTADO PELA DIRETORIA DO SINDICATO - SINTPMUP


As Agentes de Crédito do Banco do Brasil já estão atendendo na sede do Sindicato, em seu novo endereço, Avenida Hermano Plech, nº 84, Centro - Próximo ao Colégio Adventista. 

Os servidores que quiserem renovar ou aderir o empréstimo consignado pelo Banco do Brasil, podem procurar a sede do sindicato para fazer a simulação.

Avenida Hermano Plech, nº 84, Centro -
Próximo ao Colégio Adventista
Telefone: 3281-5393
Mais um serviço ofertado pela Diretoria do Sindicato aos servidores do nosso município. Trazendo conforto e comodidade ao servidor. Em breve teremos mais novidades. Finalizou Tita do Sindicato.
















SERVIDORES DO SAAE DE UNIÃO DOS PALMARES SE REÚNEM COM O PRESIDENTE DO PODER LEGISLATIVO

 Hoje,  25 de fevereiro de 2019, uma comissão de servidores do SAAE e do SINTPMUP, foram a Câmara de Vereadores, conversar com o Presidente Elvinho, acerca do reajuste salarial 2019.  Elvinho  falou que na sessão de logo mais às 19h, enviaria o projeto para apreciação da Comissão de Constituição e Justiça e para a  Comissão de Orçamento.  
Estiveram presente: Alcides Manoel e Tita do Sindicato pelo SINTPMUP; Edla, Maria, Cicero Lopes, Dilson e Gilson pelo SAAE; e, Eriberto Lins (Procurador), Meire, Vereador Elvinho e Manoel Messias pela Câmara.


 O trabalho Não Para..


Diretoria do Sindicato na Luta Por Mais Conquistas




sexta-feira, 22 de fevereiro de 2019

Reforma da Previdência tem mudanças perversas para os servidores públicos


O texto da proposta da reforma da Previdência apresentada pelo governo Bolsonaro traz mudanças significativas para todos os trabalhadores, sejam da iniciativa privada, trabalhadores rurais e servidores públicos.
Na leitura a priori, os pontos que merecem críticas mais severas e que espera-se que sejam revistas pelo Congresso Nacional são: a possibilidade de instituição de contribuição extraordinária para o equacionamento de déficit de regimes próprios de previdência de servidores; a criação do regime de capitalização individual, gerido por uma multiplicidade de instituições privadas e públicas, sem qualquer garantia de benefício além do salário mínimo; as contribuições obrigatórias e a idade mínima de 60 anos para trabalhadores rurais e as dificuldades impostas ao acesso do benefício assistencial, o BPC-LOAS.
Importante ressaltar que as alterações propostas ao Congresso Nacional são absolutamente perversas e modifica profundamente o sistema previdenciário brasileiro.
A criação de uma idade mínima de 65 anos para homens e 62 anos para mulheres, além de regras de transição mais rígidas, fará com que trabalhador esteja em atividade muito mais tempo do que nos dias atuais.
Pela nova previdência de Bolsonaro, os servidores públicos terão regras diferenciadas e bem mais complexas do que aquelas propostas pelo governo Temer.
Para servidores que ingressaram até 2003 no serviço público, o direito de paridade e integralidade somente será respeitado caso ele complete os seguintes requisitos mínimos: 35 anos de contribuição (homens), 30 anos de contribuição (mulheres), 20 anos de serviço público e dez anos no cargo em que se der a aposentadoria, além da idade mínima de 62 anos para as mulheres e 65 anos para os homens.
Os professores e professoras do regime próprio têm a idade mínima de 60 anos nessa hipótese.
A regra de transição para o servidor também prevê um escalonamento da idade mínima. E os critérios são: idade mínima de 61 anos para homens e 56 anos para mulheres (em 2019), 35 anos de contribuição para homens e 30 anos para mulheres, 20 anos de contribuição, 10 anos no serviço público, cinco anos no cargo em que se der a aposentadoria e o atingimento do somatório 86/96 também escalonado de acordo com o passar dos anos.
Nesse caso, esse servidor terá direito a um benefício calculado de acordo com a sua média de contribuições, onde se aplicará o percentual de 60% , caso ele possua ao menos 20 anos de contribuição, acrescidos de 2% para cada ano além desse mínimo que ele possuir.
Por exemplo, um servidor que se aposentar com 30 anos de contribuição, terá 20% além do mínimo, totalizando 80% sobre a média de suas contribuições. Para atingir os 100%, o servidor terá que trabalhar por 40 anos, caso contrário ele não atingirá o percentual máximo.
A aposentadoria por invalidez e a pensão por morte para servidores e trabalhadores vinculados ao INSS também tiveram mudanças significativas.
A aposentadoria por invalidez será calculada com base em um valor mínimo de 60% da média de salários de contribuição, se esse trabalhador tiver até 20 anos de contribuição.
Por exemplo, se o servidor tiver 10 anos de contribuição e tiver algum tipo de problema de saúde que provoque sua invalidez, ele terá um benefício de 60% sobre os salários de contribuição.
Já para aqueles que tenham mais de 20 anos de contribuição, será acrescido o percentual de 2% para cada ano adicional de contribuição. Entretanto, em caso de invalidez provocada por acidente de trabalho ou doença profissional e ocupacional, o servidor não terá limitação e receberá 100% da média de salários de contribuição.
Já a pensão por morte, pela nova proposta, será de 60% do valor do benefício, acrescido de 10% para cada dependente que o servidor falecido deixar.
Além disso, estão previstas alterações substanciais sobre a cumulação de benefícios. Caso o servidor tenha dois ou mais benefícios de naturezas distintas, ele vai preservar a totalidade do benefício de maior valor, mas perceberá somente um percentual sobre o outro benefício.
Por exemplo, se ele recebe uma aposentadoria de R$ 5 mil e se torna viúvo, somente terá direito a receber uma pensão por morte, cumulando ambos os benefícios, se a pensão for inferior ao valor de 4 salários mínimos.
Se a pensão for de três a quatro salários, ele poderá cumular o maior benefício mais 20% do benefício menor.
Caso a pensão seja de dois a três salários mínimos, ele poderá cumular 40%. Já se a pensão for de um a dois salários, o servidor poderá cumular 60% do menor, E, por fim, se a pensão for de até um salário mínimo, o servidor poderá cumular até 80% do valor.
Portanto, todos os cidadãos, sejam eles servidores públicos, trabalhadores rurais ou trabalhadores da inciativa privada terão regras mais rígidas caso a reforma seja aprovada.
Merecem críticas mais severas as regras que permitem a instituição de contribuições extraordinárias para o equacionamento do déficit de regimes próprios, a majoração das alíquotas de contribuição e a instituição do sistema de capitalização.
Como o processo legislativo é denso e complexo, a proposta de reforma da Previdência é suscetível a diversas mudanças, mas é necessário que o Congresso rechace a possibilidade de transferir ao trabalhador a responsabilidade pelo déficit da previdência dos regimes próprios e que combata à instituição de um modelo privatizado de previdência, cujas experiências internacionais demonstraram grande fracasso.
*Leandro Madureira, especialista em Direito Previdenciário e sócio do Mauro Menezes & Advogados
Matéria extraída de: https://blogdacidadania.com.br/2019/02/reforma-da-previdencia-tem-mudancas-perversas-para-os-servidores-publicos/ 

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2019

DIRETORIA DO SINTPMUP SE REÚNE COM PREFEITO PARA DISCUTIR PAUTA DOS SERVIDORES

Na terça-feira, 19 de fevereiro de 2019, houve uma reunião entre os diretores do SINTPMUP e o prefeito de União dos Palmares, para ouvir as demandas e discutir melhorias aos servidores municipais.

Entre os pontos discutidos, a Criação de Lei Municipal para o repasse do incentivo salarial (13ª parcela do Governo federal) aos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias, E a implantação do Risco de Vida aos Vigilantes Escolar.
Atendendo as reivindicações da categoria os Diretores solicitaram que o pagamento do salário seja realizado dentro do mês trabalhado, o pagamento do 13º - décimo terceiro salário no mês de aniversário do servidor, e a regularização do pagamento do 1/3 de férias.
Outra questão apresentada foi o Projeto de construção do Clube do Servidor.
Ainda, na reunião, foi discutido o retorno do café da manhã dos servidores da Secretaria de Infraestrutura, a liberação do empréstimo consignado, o FGTS, a realização do concurso público municipal, o desconto em folha do Plano Odontológico e a valorização do servidor de carreira nos cargos de coordenação / direção, e melhores condições de trabalho que ajudem na qualidade para o bom desempenho e produtividade dos servidores municipais. Outras questões deliberadas, estavam as reivindicações da Guarda Municipal e dos servidores da Vigilância Sanitária do município.
Depois do amplo debate de forma democrática, o prefeito propôs a resolução de alguns itens da pauta.

A reunião foi positiva e produtiva. Faremos uma assembleia com todos os servidores para apresentar e discutir o resultado desta reunião e para que a categoria delibere outras demandas e a reposição salarial para 2019. Após esta assembleia apresentaremos ao Prefeito a pauta 2019 deliberada pela categoria.  Disse Tita do sindicato.

A Diretoria do Sindicato permanece independente e transparente, mas vemos que o diálogo aberto com o Gestor Municipal, irá ajudar os servidores a prestarem um serviço digno a sociedade palmarina. Finalizou Tita do Sindicato.


Além do presidente Tita do Sindicato, participaram da reunião os membros da Diretoria: Cleide Silvino, Alcides Manoel, Israel Antonio, Joaci Muniz, Emanoel Messias, Euclides Avila, Cicero da Silva e Dirceu. 










segunda-feira, 18 de fevereiro de 2019

LIBERADO O EMPRÉSTIMO CONSIGNADO AO SERVIDOR DE UNIÃO DOS PALMARES-AL

Tita do Sindicato se reuniu hoje, dia 18 de fevereiro de 2019, com o Gerente do Banco do Brasil, Davi, para solicitar informações sobre a liberação do empréstimo consignado ao servidor público municipal de União dos Palmares. 

O Gerente informou que está liberado o empréstimo consignado para todos os servidores da Prefeitura Municipal de União dos Palmares (Secretaria Geral de Administração, Saúde, Educação);  Como também o servidor pode optar em solicitar a portabilidade para receber o seu salário no Banco do Brasil.

O servidor deverá procurar a agência do Banco do Brasil, para realizar a simulação. 

O Banco do Brasil irá disponibilizar um agente de crédito a partir do dia 25 de fevereiro de 2019 para fazer o atendimento na sede do Sindicato, em seu novo endereço, Avenida Hermano Plech, nº 84, Centro - Próximo ao Colégio Adventista, com isso trazendo mais comodidade ao servidor municipal.

A Diretoria do Sindicato após muita cobrança ao Secretário Municipal de Finanças, conseguiu a liberação do empréstimo consignado.

Obtivemos grande êxito junto ao Banco do Brasil, e o servidor já pode fazer a adesão do empréstimo. Finalizou Tita do Sindicato.

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2019

Lançamento do Fórum em Defesa do Saneamento Público em Alagoas

Os Diretores do SINTPMUP: Tita do Sindicato, Alcides Manoel, Mario Bispo, Luiz Carlos, participaram no dia 14 de fevereiro de 2019, no Auditório dos Bancários, no Centro da Capital Alagoana, do lançamento do Fórum Permanente em Defesa do Saneamento Público em Alagoas. 

O principal objeto do Fórum é alertar e mobilizar a sociedade alagoana da ameaça do projeto do BNDES para o saneamento em Alagoas.

O Banco BNDES quer implantar um modelo de negócio para o saneamento em Alagoas que prejudica toda a população.

1- Provocará o caos no sistema de abastecimento de água e saneamento de Alagoas.

2- Retira a autonomia dos municípios que tem o poder concedente.

3- Acaba com o Subsídio Cruzado, impedindo que as cidades que arrecadam mais, possam investir nas que arrecadam menos.

4- Acaba com os Serviços Autônomos de Água e Saneamento - SAAE's.

5- Aprofunda as desigualdades regionais, dificultando a universalização do saneamento.


TRANSPARÊNCIA NA PRESTAÇÃO DE CONTAS - COMPROMISSO DA DIRETORIA DO SINTPMUP

Atualizado em 20 de setembro de 2019, às 08 horas.

Após análise da prestação de contas / receitas e despesas realizadas pelo SINTPMUP; e conferência do parecer do Conselho Fiscal e Político Sindical; 
Os membros da Diretoria colegiada do SINTPMUP,  
Aprovaram os relatórios, autorizando a Coordenação de Finanças publicar as referidas contas da entidade.

2º Semestre de 2018




1º Quadriênio 2019






























2º Quadriênio 2019





Sindicato participa de audiência na 2ª Vara Cível de União dos Palmares


No dia 14 de fevereiro de 2019, o Presidente do SINTPMUP, Tita do Sindicato, acompanhado do Advogado da entidade, Dr. Henrique Falcão, estiveram em Audiência de Conciliação na 2ª Vara Cível de União dos Palmares - Foro de União dos Palmares.  




Diretores do Sindicato participam da Plenária Ampliada em Defesa da Previdência e Contra o Fim da Aposentadoria

No dia  07 de fevereiro de 2019, Os Diretores do SINTPMUP: Tita do Sindicato, Márcia Marculino, Alcides Manoel, Wilton Roberto, participaram no Auditório do Sindicato dos Urbanitários de Alagoas da Plenária Ampliada em Defesa da Previdência e Contra o Fim da Aposentadoria






quarta-feira, 6 de fevereiro de 2019

MUDAMOS DE ENDEREÇO


O Sindicato  está em novo endereço, agora localizado na Avenida Dr. Hermano Plech, nº 84, Centro - Próximo ao Colégio Adventista.


Para falar conosco, o número continua o mesmo 3281-5393 ou pelo e-mail: sintpmup.uniao.al@hotmail.com


A Diretoria