sexta-feira, 26 de junho de 2020

SINDICATO DE UNIÃO DOS PALMARES PEDE SUSPENSÃO DO PAGAMENTO DO EMPRÉSTIMO CONSIGNADO

A Diretoria do Sindicato - SINTPMUP encaminhou Oficio solicitando ao Gestor Municipal  e a Câmara de Vereadores a criação de um Projeto de Lei para que haja a  suspensão do desconto em folha de parcelas de empréstimos consignados pelo período de quatro meses, por conta da pandemia da Covid-19. 

Essas parcelas serão acrescidas no final do contrato, e deverá ser facultativo, para o servidor que quiser aderir. 















Servidor cobra do prefeito de União dos Palmares uma resposta desde Março

Foto de arquivo
A Diretoria do Sindicato - SINTPMUP junto com os servidores públicos municipais de União dos Palmares, ainda aguardam uma resposta do Prefeito para a reposição salarial 2020.

Em assembleia realizada na sede do Sindicato no mês março a categoria deliberou e enviou uma contraproposta ao prefeito, mas até o momento não houve nenhuma resposta. 

Mais uma vez a Diretoria do SINTPMUP encaminhou um Oficio solicitando uma resposta oficial para a reposição da categoria. 

Esta luta será  unificada: educação, saúde, infraestrutura, prefeitura. Todos os servidores juntos nesta luta da reposição salarial.

Uma servidora disse que essa reposição para o  prefeito não é nada, mas para a gente trabalhador é muito, as coisas estão aumentando todos os dias. Finalizou uma servidora, que não quis revelar seu nome com medo de perseguição.

Esperamos que o prefeito der uma resposta positiva para evitar uma paralisação no município.

REPOSIÇÃO SALARIAL JÁ!

Matérias relacionadas:

quarta-feira, 18 de março de 2020

quinta-feira, 19 de março de 2020


segunda-feira, 22 de junho de 2020

Abono do PIS/Pasep 2020/2021 começa a ser pago no dia 30

Quem não sacou o abono do calendário 2019/2020 poderá efetuar o saque
Publicado em 19/06/2020 - 15:37 Por Bruna Saniele - Repórter da Agência Brasil - Brasília
O pagamento do abono salarial do PIS/Pasep ano-base 2019 terá início no dia 30 e término em 30 de junho de 2021, de acordo com informações do Ministério da Economia. Para os trabalhadores da iniciativa privada, vinculados ao Programa de Integração Social (PIS), a data de pagamento é no mês do nascimento. Já para os funcionários públicos, associados ao Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep), é o dígito final do número de inscrição do Pasep.
Para ter direito ao abono salarial do PIS/Pasep é necessário ter trabalhado formalmente por pelo menos 30 dias em 2019, com remuneração média de até dois salários mínimos e estar inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos e ter tido seus dados informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais).
Neste ano, o abono traz uma novidade. Os trabalhadores com saques previstos para o ano de 2020 a partir de 30 de junho já vão ter o dinheiro creditado na conta, no caso correntistas da Caixa Econômica Federal ou do Banco do Brasil. Para os demais participantes, o abono estará disponível a partir de 16 de julho.
Os trabalhadores que nasceram entre julho e dezembro recebem o PIS ainda este ano. Os nascidos entre janeiro e junho terão o recurso disponível para saque no próximo ano. Servidores públicos com o final de inscrição do Pasep de 0 a 4 também recebem este ano e as inscrições com o final de 5 a 9 ficam para 2021. 
Quem não sacou o abono do calendário 2019/2020 poderá efetuar o saque agora no calendário 2020/2021 ou em até cinco anos, sem a necessidade de determinação judicial, conforme estabelece o artigo 4º da Resolução 838 do Codefat. Dessa forma, correntistas da Caixa e do Banco do Brasil terão os créditos em conta disponíveis também a partir de 30 de junho e os demais trabalhadores poderão fazer o saque a partir de 16 de julho.
O valor do abono salarial será calculado na proporção um doze avos (1/12) do salário mínimo vigente na data do pagamento. No caso de falecimento do participante, herdeiros têm direito ao saque.
* Com informações do Ministério da Economia
Edição: Fernando Fraga
Matéria extraída de: https://agenciabrasil.ebc.com.br/economia/noticia/2020-06/abono-do-pispasep-20202021-comeca-ser-pago-no-dia-30 Em 22 de junho de 2020
____________________________________________________________________________




segunda-feira, 15 de junho de 2020

Hospital São Vicente de Paula, Recebe Recurso do Governo Federal. e União dos Palmares vai ter um Hospital de Campanha.

 O Hospital São Vicente de Paula em União dos Palmares aderiu ao programa do governo federal de ajuda para o enfrentamento e  combate coronavírus, e foi contemplado com uma verba federal, no valor de $ 3.437.531.32 ( TRÊS MILHÕES, QUATROCENTOS E TRINTA E SETE MIL, QUINHENTOS E TRINTA E HUM REAIS E TRINTA E DOIS CENTAVOS). 
Pelo fato do município não ter um hospital de campanha para o atendimento de pacientes contaminados, o Hospital São Vicente de Paula vai assumir por três meses, a construção e manutenção do hospital de campanha para atendimento aos pacientes com Covid19. O município dará uma contra partida no suporte da infraestrutura da rede elétrica, hidráulica, saneamento e liberando o espaço público (Rua) em frente ao hospital.


sexta-feira, 12 de junho de 2020

NOTA DE FALECIMENTO

É com grande pesar que a  Diretoria do SINTPMUP lamenta profundamente e se solidariza à família e aos amigos do Sindicalista e Presidente do Sindicato dos Servidores Públicos de Coruripe - AL, Sr. Roberto Santos, que faleceu na manhã desta sexta-feira, 12 de junho, vítima da Covid-19.

A Deus pedimos que dê o merecido repouso eterno em seu reino. Muito respeitosamente, prestamos as nossas condolências e deixamos os nossos mais sinceros pêsames aos familiares, amigos e companheiros.

A Diretoria SINTPMUP

quarta-feira, 3 de junho de 2020

INSTAURAÇÃO DE INQUÉRITO CONTRA O PREFEITO DE UNIÃO DOS PALMARES POR CRIME DE PECULATO

 Promotoria de Justiça da 2ª vara cível de União dos Palmares abre Instauração de inquérito. Por Crime de peculato pelo Prefeito de União dos Palmares - AL, esse processo está em andamento na Promotoria Geral de Justiça

Processo em andamento 01.2020.00000223-9

Estamos aguardando a conclusão do processo pelo MP.

PECULATO  JURÍDICO (TERMO) 

Crime que consiste na subtração ou desvio, por abuso de confiança, de dinheiro público ou de coisa móvel apreciável, para proveito próprio ou alheio, por funcionário público que os administra ou guarda; abuso de confiança pública.

Os verbos nucleares do tipo são "apropriar" ou "desviar" valores, bens móveis, de que o funcionário tem posse justamente em razão do cargo/função que exerce.
A pena para este crime é de reclusão, de 2 a 12 anos.

Entenda o caso:


Os servidores tiram empréstimo consignado na Caixa, e tem as parcelas descontadas em folha de pagamento (contracheque), e a Prefeitura Municipal de União dos Palmares, não repassa em dia as parcelas à Caixa Econômica, com isso os servidores da Prefeitura Municipal de União dos Palmares estão sendo prejudicados.

 A direção do Sindicato dos Trabalhadores Públicos Municipais de União dos Palmares (SINTPMUP) esteve no Ministério Público, onde fez uma denúncia formal contra o prefeito Areski Freitas. Eles acusam o gestor municipal de apropriação indébita.

 Sabemos que não é fácil lutar contra o sistema, mais, sou daqueles que confiam na justiça. Pode ter certeza Servidor, com esse Inquérito do MP,  o prefeito vai ter que regularizar esse débito. Finalizou Tita do Sindicato.

quarta-feira, 27 de maio de 2020

GARIS, COVEIROS E TRABALHADORES DA LIMPEZA URBANA DE UNIÃO DOS PALMARES SE ARRISCAM PEGAR O COVID-19

Os trabalhadores da prefeitura de União dos Palmares que trabalha fazendo a limpeza urbana e no cemitério público, vem correndo o risco de pegar a Covid-19,  o Prefeito não tá fornecendo os materiais e equipamentos de proteção EPIs necessários para esses profissionais realizar o seu trabalho.

Esses trabalhadores vem reclamando muito da falta de condições de trabalho.  Alguns servidores estão afastada do trabalho com o sintoma da Covid-19. 

A Diretoria do Sindicato está muito preocupada com essa situação,  vem cobrando do prefeito, da secretaria de saúde, conselho municipal de saúde e das autoridades competentes as providências. 

Dentre as reivindicações encaminhadas está: colocar uma pia no local de trabalho para lavagem das mãos com água e sabão. Um banheiro coletivo para os trabalhadores tomar banho após a jornada de trabalho. Uma bolsa para o trabalhador colocar suas roupas que foi utilizada durante o período de trabalho. Material para higienização no local de trabalho.  Distribuição aos trabalhadores de máscara, álcool 70° e luvas. Esses materiais e EPIs são necessários a fim de assegurar a proteção dos trabalhadores na prevenção ao Covid-19.
Espero que o prefeito e essas autoridades resolvam, porque se não resolver essa situação, vamos fazer uma paralisação nas atividades da secretária de infraestrutura e no cemitério público.

Sabemos que esses serviços são essenciais,  mas não podemos deixar o trabalhador exposto a fazer um trabalho suicida.  Finalizou Tita do Sindicato. 







quinta-feira, 14 de maio de 2020

Prefeitura de União dos Palmares não Regulariza DÉBITO

O prefeito Areski de Freitas do MDB não vem honrando com os compromissos na sua gestão pública, ainda não regularizou o débito do empréstimo consignado.

Entenda o caso: 

Os servidores tiram empréstimo consignado na Caixa, e tem as parcelas descontadas em folha de pagamento (contracheque), e a Prefeitura Municipal de União dos Palmares, não repassa em dia as parcelas à Caixa Econômica, com isso os servidores da Prefeitura Municipal de União dos Palmares estão sendo prejudicados. 

A Diretoria do Sindicato dos Trabalhadores Públicos Municipais de União dos Palmares (SINTPMUP), vem cobrando da Câmara municipal de Vereadores e do Ministério Público providências, mais até agora nada foi resolvido. O Prefeito Kil está fazendo o que quer com o nosso dinheiro, desrespeitando e passando por cima dessas instituições que são órgãos fiscalizadores da gestão pública. (Câmara de Vereadores, Ministério Público).

A Câmara de vereadores e o Ministério Público tem que dá uma resposta a gente, e que puna os responsáveis por cometer este ato, pois não aguentamos mais isso. O prefeito Kil vem enrolando a gente, os vereadores e a justiça. Disse uma servidora revoltada.

É muito constrangedor ao servidor municipal que tem as parcelas de empréstimos consignados descontadas mensalmente nos contracheques, ficam recebendo cobrança do banco e impedidos de abrirem novos financiamentos e empréstimos, por causa da falta do pagamento do prefeito Kil ao banco.

Muitos servidores estão passando por dificuldades pessoais e necessitam de realizar o empréstimo. Se o prefeito não resolver essa pendência da prefeitura, assim que acabar essa pandemia vamos fazer Ato de Protesto em frente a Prefeitura, Câmara de Vereadores, Ministro Público e no Tribunal de Justiça em Maceió. Finalizou Tita do Sindicato.




Matéria postada por: Diretoria do SINTPMUP

terça-feira, 12 de maio de 2020

Servidores se MOBILIZAM Online para cobrar do prefeito de União dos Palmares

O Sindicato dos Trabalhadores Públicos Municipais de União dos Palmares (SINTPMUP) tem uma diretoria atuante, sempre fazendo mobilizações em defesa dos seus associados. Neste período de pandemia e pelos decretos do governo estadual e municipal está impedido de fazer mobilização presencial. Por esses motivos vai fazer  mobilizações online, usando o espaço do seu blog, sintpmup.blogspot.com, nas Rádios, redes sociais, carro de som etc.

Para cobrar da Câmara Municipal de Vereadores e das autoridades competentes um posicionamento do prefeito, sobre a regularização destas pendências que a prefeitura tem com os servidores e a comunidade palmarina.

O prefeito Kil vem penalizando os servidores do nosso município, com esses atrasos do pagamento do Empréstimo Consignado, Repasse da Contribuição do servidor para o sindicato, Pagamento 1/3 férias, Pagamento do salário dos contratados em dia, Reposição salarial e Melhores Condições Trabalho para podemos prestar um serviço de qualidade para a população.

O Senado aprovou nesta quarta-feira (6), em sessão remota, por 80 votos a zero, o projeto que prevê ajuda financeira da União a estados e municípios para tentar reduzir os impactos causados pela crise do coronavírus. Segundo o texto, a União vai transferir diretamente a estados e municípios R$ 60 bilhões, divididos em quatro parcelas mensais. Os recursos serão divididos da seguinte forma: R$ 50 bilhões: compensação pela queda de arrecadação (R$ 30 bilhões para estados e DF; R$ 20 bilhões para municípios); R$ 10 bilhões: ações de saúde e assistência social (R$ 7 bilhões para estados e DF; R$ 3 bilhões para municípios). O projeto ainda suspende as dívidas de estados e municípios com a União, inclusive os débitos previdenciários parcelados pelas prefeituras e que venceriam este ano.

Com esse dinheiro espero que o prefeito faça chegar às políticas públicas para a população, regularize as pendências que a gestão municipal tem com os servidores e instituições. Espero também que os órgãos de controle fiscalizem e acompanhe a aplicação desses recursos. É muito dinheiro. Agora o prefeito Kil não tem desculpas, para não atualizar e nem regularizar essas pendências da sua gestão municipal. Finalizou Tita do Sindicato.

quinta-feira, 7 de maio de 2020

SINTPMUP na Luta pelo salário do Servidor

Senado aprova projeto que prevê ajuda financeira a estados e municípios


O Senado aprovou nesta quarta-feira (6), em sessão remota, por 80 votos a zero, o projeto que prevê ajuda financeira da União a estados e municípios.

Como contrapartida para a ajuda o congelamento de salários de servidores municipais, estaduais e federais. Esse texto foi aprovado com aval do Palácio do Planalto.

O Senador, Davi Alcolumbre (DEM-AP), apresentou o novo relatório, só poderão receber aumento os servidores que estejam na linha de frente do combate à pandemia.

Reajuste do Salário de Servidores


De acordo com o parecer aprovado no senado, apenas os seguintes servidores poderão sofrer reajuste salarial, desde que estejam atuando diretamente no combate à pandemia :

funcionários públicos da área da saúde; funcionários públicos da área de segurança;
militares das Forças Armadas;
servidores da Polícia Federal (PF);
servidores da Polícia Rodoviária Federal (PRF);
guardas municipais;
trabalhadores da educação pública como os professores;
agentes socioeducativos;
profissionais de limpeza urbana e de serviços funerários;
profissionais de assistência social;
servidores das carreiras periciais, como os peritos criminais.

O Congelamento de Salários de servidores


Os servidores que não se enquadrar nessas condições de estar trabalhando diretamente na linha de frente no combate a pandemia, só poderão ter reajuste de salário em 2022 .

Senadores ponderaram que a necessidade de comprovar uma "vinculação" entre o reajuste e o trabalho efetivo no combate à pandemia pode ser considerado inconstitucional.

Vamos aguardar a sanção do Presidente da República, para  assessoria jurídica do sindicato fazer uma análise no texto sancionado, após essa análise a diretoria do Sintpmup passará os encaminhamentos necessários a categoria, a luta continua. Finalizou Tita do Sindicato


terça-feira, 5 de maio de 2020

SINTPMUP repudia o congelamento do salário do servidor público

Para o SINTPMUP, Sindicato dos Trabalhadores Públicos Municipais de União dos Palmares, a aprovação do projeto 39/20 que prevê ajuda aos estados e municípios para o enfrentamento ao coronavírus é fundamental, mas não justifica mais um ataque aos servidores federais, estaduais e municipais

Pedimos aos servidores públicos, a se engajarem imediatamente numa campanha virtual de pressão e convencimento dos deputados para não permitir que mais essa penalização dos trabalhadores e trabalhadoras seja aprovada na Câmara dos Deputados.

No entanto, o governo mais uma vez quer jogar uma parte da conta dessa luta contra a pandemia para os trabalhadores e trabalhadoras do serviço público. ao aprovar como uma das condições para os estados e municípios receberem a ajuda federal, o congelamento dos salários dos servidores até  2022. Além disso, proíbe a realização de concursos públicos, progressão de carreira, contratação de temporários etc..

O SINTPMUP repudia esse ataque aos trabalhadores e trabalhadoras do serviço público que não podem e não devem pagar essa conta!

Por isso, a Diretoria do Sindicato dos Trabalhadores Públicos Municipais de União dos Palmares (SINTPMUP) não apenas repudia essa atitude do governo federal, dos prefeitos e governadores,  e conclama a Câmara Federal a corrigir essa enorme injustiça que o Senado cometeu contra os servidores e servidoras públicos de todo o país.

Não podemos pagar essa conta, o servidor público do município de União dos Palmares já vem sofrendo,  agora  querem congelar o seu salário, não podemos aceitar isso calados, vamos precisar da ajuda de todos vocês servidores municipais e estaduais para que cada um use as redes sociais para pedir aos deputados federais que aprove uma emenda para que não seja congelado o salário de nenhum servidor público. Finalizou Tita do Sindicato.