sexta-feira, 17 de maio de 2019

AUDIÊNCIA COM O PREFEITO DE UNIÃO DOS PALMARES NA 2ª PROMOTORIA DE JUSTIÇA

Os Diretores do Sindicato, Euclides Avila, Emanoel Messias e Tita do Sindicato, junto com o Advogado do Sindicato Dr. Henrique Falcão, estiveram na manhã do dia 16 de maio de 2019, participando de audiência na 2ª Promotoria de Justiça de União dos Palmares, junto com a Promotora de Justiça, Dra. Adilza, o Prefeito Municipal, Areski Freitas e o Procurador do Município, Allan Belarmino, para tratar e resolver diversas pendências da gestão municipal com os servidores públicos municipais de União dos Palmares.



Imagem retirada do site BR104


Esperamos que desta vez o Prefeito faça a sua parte, cumprindo o que determina a lei orgânica do município de União dos Palmares. Sabemos que a luta é árdua, mas vamos continuar na defesa dos direitos e obrigações dos servidores. Finalizou Tita do Sindicato.

quinta-feira, 16 de maio de 2019

PREFEITO ENVIA PROJETO DE LEI À CÂMARA DE VEREADORES E PARALISAÇÃO É SUSPENSA

Servidores em Assembleia
Fomos oficializados na manhã de hoje, 15 de maio de 2019, pelo gabinete do Prefeito de União dos Palmares, sobre o envio do Projeto de Lei que concede a reposição salarial 2019 dos servidores municipais, para a Câmara Municipal de Vereadores.

Diretoria dos Sindicato em reunião
Na próxima segunda-feira, 20 de maio, às 19 horas, iremos acompanhar a tramitação do Projeto na sessão da Câmara de Vereadores. Também convocamos todos os servidores para acompanhar conosco esta sessão.

A concessão do reajuste dos vencimentos é de 3,72% (três inteiros e setenta e dois centésimos por cento) a ser aplicado à todas as categoria do funcionalismo municipal do Poder Executivo, com implantação na folha do mês de maio.









 Mobilização suspensa

Entenda o caso:

A categoria em assembleia deliberou em realizar uma mobilização,sexta-feira, 17 de maio de 2019, caso o Prefeito não desse uma resposta positiva, atendendo os itens na pauta de revindicações: Reajuste salarial 2019 (encaminhamento do Projeto de Lei à Câmara Municipal de Vereadores), e o Não congelamento do Plano de Cargos, Carreiras e Salários – Lei 1217/2018 e 1218/2011 (implantação das Progressões Horizontal e Vertical, Quinquênio, 1/3 de férias).

A mobilização do dia 17 de maio foi suspensa, por motivo de o Prefeito ter atendido uma das reivindicações das categorias que foi o envio do Projeto de Lei à Câmara de Vereadores. 

Como só foi atendido o primeiro item da pauta, a categoria junto com a Comissão Permanente de Negociação e a Diretoria do Sindicato ficará em vigília permanente, acompanhando as negociações do segundo item da pauta, e aguardando uma resposta oficial do Prefeito referente ao descongelamento do Plano de cargos, carreiras e salários, e autorizando o setor pessoal da Prefeito em implantar dos requerimentos de progressão horizontal (mudança de letra) e quinquênios.

Espero que o Prefeito cumpra o compromisso que é a valorização do Planos de cargos e carreiras para não ser preciso a gente servidores paralisar as atividades, para cobrar um direito adquirido. Estamos unidos com a Comissão de Negociação e a Diretoria do Sindicato nesta luta. O bom soldado não foge a luta. Concluiu Maria de Lourdes, servidora municipal. 

Servidores em Assembleia
Servidores em Assembleia
Oficio de envio do Projeto
de Lei referente ao reajuste
salarial

terça-feira, 14 de maio de 2019

APOSENTADAS ABREM DENÚNCIA NO MINISTÉRIO PÚBLICO CONTRA O PREFEITO DE UNIÃO DOS PALMARES

 Na manhã de hoje, 14 de maio de 2019, o Presidente Diretor Tita do Sindicato esteve acompanhando as Professoras Aposentados do Município de União dos Palmares na sede do Ministério Público Estadual - 2ª Promotoria de Justiça de União dos Palmares, onde foram ouvidos pela Promotora Dra. Adilza, objetivando as providências cabíveis quanto ao pagamento do salário mensalista.

Foi relatado o Prefeito Kil continua atrasando o pagamento do salário dos aposentados e pensionista do município, o que vem ocasionando transtornos na qualidade de vida.
Termo de Declaração assinado
pelos presentes

Estiveram presente os representante do poder Legislativo Municipal, Vereador Ricardo Praxedes e Vereador Caju. 

Não podemos abandonar esta categoria que prestou serviço de grande relevância na sala de aula, educando vários cidadãos palmarinos. Vamos continuar defendendo com força e com muito orgulho esta categoria. Finalizou Tita do Sindicato.




segunda-feira, 13 de maio de 2019

SINDICATO TEM ÊXITO NAS NEGOCIAÇÕES COM A SECRETÁRIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE UNIÃO DOS PALMARES

 O Diretor - Presidente Tita do Sindicato, esteve na manhã, 13 de maio de 2019, na Secretaria Municipal de Saúde, onde foi comunicado pelo responsável do Setor de Recursos Humanos da Prefeitura, Sr. Afonso, que a Secretária Municipal de Saúde, Sra. Geanny Vergeth, autorizou a implantação neste mês de maio de 2019, de todos os requerimentos de progressão horizontal (mudança de letra), vertical (nível de escolaridade) e quinquênio, que estavam congelados.

A Comissão de Negociação e a Diretoria do Sindicato irá continuar vigilante e acompanhando esses processos, garantindo ao servidor os benefícios trazidos pelo Plano de Cargos, Carreiras e Salários - PCCS da categoria.

Foi um grande avanço que tivemos junto a Secretária de Saúde, Sra. Geanny Vergeth, que reconheceu a garantia dos direitos dos servidores, e assegurou a implantação das progressões da categoria, estabelecida na Lei Municipal 1217/2011 e 1218/2011.

A Diretoria do Sindicato agradece a confiança e o apoio de todos os servidores que participaram direta e indiretamente das reuniões, assembleias e mobilizações. Vimos a importância de ter a categoria unida em prol do mesmo objetivo, que é a permanência dos direitos adquiridos. Com muita luta junto ao gestor conseguimos o descongelamento e a permanência do PCCS.

A luta só é valorizada com a conquista!

"Reconheço a luta da Diretoria do Sindicato, se não fosse por eles a gente estava perdido. Voto nesta Diretoria cem vezes" Disse o Servidor José Antonio.


quinta-feira, 9 de maio de 2019

SERVIDORES PÚBLICOS DE UNIÃO DOS PALMARES PODERÃO REALIZAR UMA PARALISAÇÃO GERAL

O membros da Diretoria do Sindicato - SINTPMUP se reuniram na manhã desta quinta-feira, 09 de maio de 2019, para dar encaminhamento a pauta de reivindicações dos servidores das Secretarias de Administração Geral e Saúde.

Ficou definido pelos membros da Diretoria e de acordo com a deliberação dos servidores, em encaminhar um oficio ao Prefeito, dando um prazo de 72 horas, objetivando o envio do Projeto de Lei que concede a reposição salarial 2019 à Câmara Municipal de Vereadores e o não congelamento do Plano de Cargos, Carreiras e Salários - PCCS.

Caso as reivindicações da categoria não sejam atendidas dentro deste prazo, na próxima sexta-feira, dia 17 de maio de 2019, será realizada uma mobilização geral, com concentração na Secretaria Municipal de Saúde, saindo em caminhada em direção a Prefeitura Municipal e ao Ministério Público.
Espero que o Prefeito tenha bom senso e encaminhe um oficio para o sindicato comunicando que já enviou o Projeto de Lei do reajuste salarial com retroativo a março, para aprovação da Câmara de Vereadores, e oficialize que não irá congelar o PCCS da Administração e Saúde; com isso evitará que o servidor vá para a rua garantir seus direitos. Concluiu o Diretor Cicero.

O servidor está em vigília até terça-feira, dia 14 de maio de 2019, aguardando uma resposta favorável do Prefeito. Se a resposta for negativa iremos fazer uma paralisação geral. Disse a servidora Josefa da Silva.

Todos juntos em defesa dos nossos direitos!

Em defesa da nossa data base! Reajuste já!

Em defesa do Plano de Cargos, Carreiras e Salários!

quarta-feira, 8 de maio de 2019

Reforma da Previdência: Juntos podemos evitar!











A lista de retrocessos é longa:
- é fixada aposentadoria aos 65 anos para homens e 62 para mulheres;
-  acaba a regra 85/95 para segurados do INSS e servidores públicos, que terão outra regra de 105 pontos para homens e mulheres;
aposentadoria integral somente com 40 anos de contribuição;
- a aposentadoria dos pobres das cidades piora muito com o aumento de 15 para 20 anos o tempo mínimo de contribuição;
-  praticamente acaba a aposentadoria dos trabalhadores rurais;
-  professores e professoras terão que trabalhar até os 60 anos;
-  governo reduz de 100% para 60% o valor da aposentadoria por invalidez;
- proposta destrói a aposentadoria especial dos trabalhadores das áreas insalubres com fixação de idade mínima;
-  pensão por morte é destruída, com redução de 100% para 50% e acaba a reversão das cotas;
acaba o BPC da LOAS, que será substituído por uma renda miserável de 500,00 e 750,00;
o abono salarial de 1 salário mínimo será pago apenas para quem ganha 1 salário mínimo (e não até dois salários mínimos, como atualmente);
- os servidores públicos que tem direito à aposentadoria integral poderão exercer o direito somente aos 65 anos de idade e os professores e professoras aos 60 anos de idade;
a previdência social será extinta para os novos trabalhadores, que serão vinculados a uma previdência privada;
- a reforma da previdência virá acompanhada da “carteira de trabalho verde e amarela”, sem CLT, sem os direitos dos acordos coletivos e sem previdência pública”.

Isso vai provocar uma grande redução no número de benefícios, cortando os direitos trabalhistas adquiridos.  Trabalhador (a) Acesse esta plataforma e cobre dos deputados para reprovar a proposta no congresso. E peça: Sr. (a) Deputado (a) vote NÃO a reforma da previdência! A PEC 06/2019 destrói o direito a aposentadoria da maior parte da população brasileira. Tenha dignidade e não roube a minha aposentadoria!

Com essa plataforma é possível Pressionar autoridades e representantes de qualquer instância do Executivo, no Legislativo ou Judiciário.

Campanhas ativas para Pressão:



sexta-feira, 3 de maio de 2019

Comissão se reúne com a Secretária Municipal de Saúde de União dos Palmares

Após assembleia, a Diretoria do Sindicato e a Comissão Permanente de Negociação, Tita do Sindicato, Marcia Faustino, Euclides, Arisvaldo, Marcos Julio, se reuniram no dia 02 de maio de 2019, com a Secretária Municipal de Saúde, Geany Vergeth, para discutir o congelamento do plano de cargos, carreiras e salários.

Ficou definido na reunião que a Comissão apresente um relatório do impacto da folha a Secretária, para que a mesma avalie com o Prefeito e na próxima semana será realizada uma reunião com todos os servidores na Secretaria Municipal de Saúde, para definir se irá continuar congelado, acabar ou permanecer o plano dos servidores. 

É importante a participação de todos nesta próxima reunião, para que nos fortalecermos e não permitir que o servidor volte a ganhar um salário mínimo. Finalizaram os membros da Comissão.

SERVIDORES SE REVOLTAM COM IMPOSIÇÃO DO PREFEITO DE UNIÃO DOS PALMARES

A Diretoria do Sindicato realizou assembleia na segunda-feira, (29), com os servidores da Secretaria Municipal de Infraestrutura, e na terça-feira (30) com os servidores da Secretaria Municipal de Saúde, para discutir e deliberar com a categoria o congelamento e a permanência do Plano de Cargos e Carreiras do Servidor Público Municipal, implantação dos quinquênios, mudança de letra, escolaridade, melhores condições de trabalho, reajuste salarial e realização do concurso.

A categoria não aceitou essa imposição do Prefeito e deliberou em defesa do não congelamento do Plano de Cargos, melhores condições de trabalho e a realização do concurso público municipal. Se for necessário faremos igual aos servidores de Maceió, disse um servidor que não quis se identificar.

Entenda o caso:

O prefeito KIL (PMD) estar congelando o plano de cargos e carreiras dos servidores públicos municipais de união dos palmares, com essa medida ataca direitos historicamente conquistados através de muita luta dos servidores públicos municipais. Retirando direitos e desrespeitando a Lei Municipal 1217/2011 e 1218/2011. Assim, demonstra o seu completo desrespeito e desvalorização com os servidores públicos da secretaria municipal de saúde e da secretaria municipal de administração geral.

O gestor municipal ainda não justificou essa medida do congelamento do plano.
Mas para os funcionários, e a diretoria do sindicato essa decisão é incoerente, já que a prefeitura aumentou os gastos com cargos comissionados, contratos, festas, aluguéis e outros desperdícios.

Representante do SINDACS-AL,
Fernando, esteve presente
na assembleia apoiando a categoria
Ainda existem, sem sombras de dúvidas, muitas gorduras ainda para serem queimadas na administração pública antes de mexerem nos nossos direitos adquiridos”, afirma Tita do sindicato.

Se o prefeito não resolver essa situação, os servidores irão fazer mobilização, ou uma vigília na Câmara Municipal de Vereadores, Fórum Judicial da Comarca de União dos Palmares e no Ministério Público, para pedir apoio a essas autoridades, podendo culminar numa paralisação geral.

Prefeito, Direito não é benefício e nem privilégio, é a valorização dos serviços prestados pelos servidores públicos municipais de União dos Palmares!

Nosso sindicato continua firme e forte para garantir a manutenção do direito do servidor. Cabe a cada um de nós, continuar contribuindo para o seu fortalecimento. Disse a servidora Maria José.










sexta-feira, 26 de abril de 2019

SINDICATO DE UNIÃO DOS PALMARES TRAZ MAIS UM BENEFÍCIO

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de União dos Palmares - SINTPMUP, amplia sua parceria com a Clinica Sorriso e Saúde, trazendo mais benefícios a todos os servidores da Educação, Administração Geral, Saúde, SAAE, Câmara de Vereadores e Prefeitura.

Mais um serviço ofertado pela Diretoria do Sindicato aos servidores do nosso município. Trazendo conforto e comodidade ao servidor e com preço diferenciado para o servidor filiado ao SINTPMUP. 


A Diretoria do Sindicato vem trabalhando para trazer mais vantagens a você  SERVIDOR FILIADO E DEPENDENTES.

Mais informações: 82-99198-8691 / 99181-5500 / 98205-0230
Av. Dr. Antonio Gomes de Barros, nº 72, Centro, União dos Palmares

quinta-feira, 25 de abril de 2019

1º de maio: Em Defesa dos Direitos Trabalhistas

A Diretoria do Sindicato estará participando e apoiando as manifestações do 1º de Maio em defesa de direitos trabalhistas e políticas sociais e em oposição à proposta de reforma da previdênciaEstamos mobilizando os trabalhadores de diversas categorias para irem ao ato de protesto.

No 1º de maio seria um dia comemorativo para todos os servidores do município de União dos Palmares, mas não temos muito o que comemorar. Mas, vamos continuar na luta para garantir dias melhores para os servidores, e para que possamos prestar um serviço melhor a população. Disse Tita do Sindicato.

quarta-feira, 17 de abril de 2019

Governo não prevê concursos e reajustes para servidores públicos em 2020, com exceção de militares

Por Alexandro Martello, G1 — Brasília
 

O Ministério da Economia informou nesta segunda-feira (15) que o projeto para a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2020, que será encaminhada ao Congresso Nacional, não prevê reajustes para servidores públicos no próximo ano – com exceção de gastos com a reestruturação de carreiras dos militares.
Do mesmo modo, a LDO também não traz a autorização para realização de concursos públicos no ano que vem.
"Não há previsão para concursos na LDO. A prerrogativa, nesse momento, é sem previsão de concursos públicos", declarou o secretário-adjunto da Fazenda do Ministério da Economia, Esteves Colnago.
No caso de reajustes para servidores, o secretário de Orçamento Federal do Ministério da Economia, George Soares, afirmou que a LDO contempla, apenas, a possibilidade de reestruturação de carreira dos militares, cujo projeto foi anunciado em março pelo governo.
"A LDO diz que pode ser feita reestruturação para para militares. Como não diz que pode outras coisas [reajustes para outras carreiras], não podem ser feitos. Reajustes que tiveram parcela paga nesse ano foram antigos", declarou Soares.
O secretário de Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues Júnior, informou que as projeções da LDO, até o momento, ainda não incluem os gastos com a proposta de reestruturação de carreiras dos militares, uma vez que não foi aprovada, até o momento, pelo Legislativo.
Pela proposta, os gastos com servidores públicos avançariam de R$ 326 bilhões, em 2019, ou 4,46% do Produto Interno Bruto (PIB), para:
  • R$ 338,1 bilhões em 2020 (4,29% do PIB);
  • R$ 350 bilhões em 2021 (4,14% do PIB);
  • R$ 363,3 bilhões (4% do PIB) em 2022.
Dessa forma, embora cresça em valores, o governo prevê recuo na proporção do PIB nos próximos anos.

Concursos

Na semana passada, o ministro da Economia, Paulo Guedes, falou em em "travar" os concursos públicos.
"Grande notícia: 50% do funcionalismo público se aposenta nos próximos cinco anos. A primeira coisa, concursos públicos. Trava esse negócio aí. Quero saber por que precisa, tem que ver os atributos", declarou o ministro.
No mês passado, o governo editou um decreto para estabelecer critérios mais rígidos para abertura de vagas por meio de concursos públicos. As regras passarão a valer a partir de 1º de junho.

De acordo com o governo federal, haverá "maior rigor na autorização de concurso público e na autorização de nomeação de aprovados".
Entre as mudanças:
  • os órgãos públicos deverão respeitar critérios mais específicos e rigorosos para justificar novos concursos;
  • o concurso não terá prazo de validade superior a dois anos (salvo se houver previsão no edital);
  • os órgãos públicos deverão provar que tentaram outras medidas para preencher as vagas, como remanejamento de pessoal.

Militares

Apresentada no fim do mês passado, a proposta de reestruturação de carreira dos militares, se aprovada pelo Legislativo, custará R$ 86,6 bilhões em dez ano e prevê as seguintes mudanças, dentre outras:
  • no "adicional de habilitação", que é uma parcela remuneratória mensal devida aos militares por conta de cursos realizados com aproveitamento;
  • no "adicional de disponibilidade" (por conta de disponibilidade permanente e dedicação exclusiva);
  • também serão implementadas alterações na ajuda de custo de transferência de militares para a reserva (de quatro a oito vezes o valor do soldo, total a ser pago uma única vez).
Reestruturação da carreira dos militares — Foto: Infografia: Juliane Souza/G1

Matéria extraída em: https://g1.globo.com/economia/noticia/2019/04/15/governo-nao-preve-concursos-e-reajustes-para-servidores-publicos-em-2020-com-excecao-de-militares.ghtml