JORNAL SINDICAL

Loading...

terça-feira, 1 de setembro de 2015

Governo anuncia pagamento em 4 parcelas dos salários dos servidores

Primeira parcela, de R$ 600, foi depositada nesta segunda-feira (31).
Governador José Ivo Sartori fez pronunciamento no Palácio Piratini.

Do G1 RS


Governador José Ivo Sartori discursou no Palácio Piratini (Foto: Governo do estado/Divulgação)
Em pronunciamento nesta segunda-feira (31) no Palácio Piratini, o governador do Rio Grande do Sul José Ivo Sartori confirmou o parcelamento dos salários dos servidores estaduais pela segunda vez. Na ocasião, foi detalhado o calendário de pagamento da folha do mês de agosto, que será dividido em quatro parcelas. A medida é válida para todos os funcionários vinculados ao Poder Executivo.
Não é uma questão de vontade pessoal, mas é o que impõe a grave situação financeira"
Governador José Ivo Sartori
Uma segunda parcela de R$ 800 será depositada até o próximo dia 11 de setembro. Já no dia 15 está programado o crédito de R$ 1.400. A parcela complementar para quem ganha acima de R$ 2.800 será creditada até o dia 22. No sábado (29), os extratos dos servidores públicos indicavam que haveria parcelamento e qual seria o valor depositado.
Ao fazer o anúncio, Sartori embargou a voz e disse que respeita as manifestações de indignação dos servidores diante da medida. “Aos servidores e as suas famílias, em primeiro lugar, o meu respeito pessoal. A despeito de tudo, têm o meu respeito. Sei a consequência desse problema e, mas todos nós estamos do mesmo lado, precisando enfrentar o mesmo inimigo”, discursou o governador.
Com a confirmação do fatiamento dos contracheques, trabalhadores do estado iniciaram a greve de quatro dias. As áreas da segurança e da educação devem ser as mais impactadas.
"Podem, evidentemente, fazer seu protesto, reclamar, reivindicar, mas vamos lembrar que acima de todos nós está o bem comum. E o bem comum é do Rio Grande do Sul e de toda a sociedade gaúcha", afirmou Sartori.
Ainda em seu discurso, o peemedebista voltou a dizer que o ato é necessário e que todos os servidores do Executivo são atingidos - inclusive ele próprio. "Como disse em outra ocasião, não é uma questão de vontade pessoal, mas é o que impõe a grave situação financeira do estado do Rio Grande do Sul. O parcelamento atinge a todos. Inclusive o salário do governador, o salário do vice, de todos", sustentou.
Sartori reforçou ainda que em 44 anos, o estado gastou mais do que arrecadou, mas que a crise se agravou nos últimos quatro anos - mandato exercido por Tarso Genro (PT). "Nos últimos quatro anos o quadro se agravou bastante, mas o Rio Grande chegou a essa situação depois de um longo processo histórico. Tanto é verdade que dos últimos 44 anos, em 37 anos o estado gastou mais do que arrecadou", salientou. "Não sou daqueles que olham para trás. Nós temos que olhar para frente de pé. Construir o futuro e mudar definitivamente o poder público estadual", analisou.
Sartori classificou a situação do Rio Grande do Sul como "de calamidade" e listou as medidas adotadas na tentativa de equilibrar as finanças. "Chegou a hora da verdade para o Rio Grande do Sul no campo financeiro. Por isso muitas vezes tenho dito, tenho afirmado, a situação financeira é emergencial. Nós poderíamos chamá-la quase que de calamidade", avaliou.
"Nós fizemos de tudo. Reduzimos 10 secretarias, reduzimos os CCs, reduzimos o orçamento, revisamos contratos, freamos a cedência de funcionários, tivemos mais de 40 iniciativas, entre decretos, projetos de leis, emendas constitucionais e medidas administrativas que estão em apreciação na Assembleia Legislativa, algumas já aprovadas", falou, sobre o pacote de ajuste fiscal proposto pelo governo do estado ao Parlamento.
Por fim, o governador se desculpou com quem possa ter "mal interpretado" sua atitude. "Também gostaria de pedir desculpa se eventualmente algum gesto meu foi mal compreendido. Mas não foi a minha intenção praticar algum gesto que fosse inadequado", apontou.
Sartori pediu ainda que a situação não abale a realização da Expointer, feira internacional de agronegócio que acontece no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio, na Região Metropolitana de Porto Alegre.
Colégio Julio de Castilhos estava vazio na manhã desta segunda-feira (31) (Foto: Zete Padilha/RBS TV)
Colégio Julio de Castilhos estava vazio na manhã
desta segunda (Foto: Zete Padilha/RBS TV)
Paralisação de quatro dias
Os professores prometem paralisação total. Maior colégio público do estado, o Julio de Castilhos estava vazio e de portões fechados no início da manhã desta segunda (31).

Na área da segurança, o atendimento nas delegacias é limitado, como foi em outras paralisações. Só serão atendidas ocorrências graves, como homicídios, estupros, casos da Lei Maria da Penha e roubos.
Os dois principais sindicatos de servidores da Brigada Militar aguardavam o pronunciamento do governador para anunciar as medidas a serem tomadas em represália ao parcelamento. Ainda assim, as ações já estão definidas, e a que mais deve impactar na segurança será o aquartelamento dos policiais militares, que deve ser intensificado a partir de terça (1). Entidades ligadas à saúde e agropecuária também devem limitar os serviços.
Em Porto Alegre, o Sindicato dos Rodoviários não prevê paralisações. Já o SindBancários e a Federação dos Trabalhadores em Instituições Financeiras do Rio Grande do Sul (Fetrafi-RS), que representam os bancários da capital e do estado, respectivamente, devem ingressar na Justiça contra a abertura dos bancos devido à falta de segurança.
Salários parcelados pela segunda vez
Desde o início do ano, quando Sartori assumiu o mandato, o Palácio Piratini tenta equilibrar as finanças. Porém, tem dificuldade para conseguir pagar os salários dos servidores em dia. No último dia 31 de julho, o governo anunciou o parcelamento dos salários dos servidores do Executivo pela primeira vez. O pagamento no mês passado seria realizado em três vezes. A medida causou protestos e paralisações em todo o estado.

No dia 11, entretanto, o governador José Ivo Sartori decidiu complementar o valor pendente e com isso adiar o pagamento da parcela da dívida com a União. No mesmo dia, o Tesouro Nacional bloqueou as contas do estado, conforme estava previsto no contrato. A situação só foi normalizada no dia 20.
Na tentativa de tentar amenizar a crise nas finanças do estado, também neste mês o governo encaminhou à Assembleia Legislativa medidas que fazem parte do quarto pacote de ajuste fiscal. Entre as propostas, estão o aumento da alíquota básica do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e das alíquotas sobre combustíveis, energia elétrica, telecomunicações e bebidas, entre outros.
O aumento de impostos, caso seja aprovado pelos deputados, vai começar a vigorar a partir de 2016. Com isso, o governo gaúcho espera arrecadar cerca de R$ 1,9 bilhão a mais por ano, já descontado o valor repassado aos municípios, e tentar amenizar o rombo nas contas do estado, que este ano deve ser de R$ 5,4 bilhões.
Calendário de pagamento:
- Dia 31/8 (segunda-feira): Parcela líquida de R$ 600
- Até o dia 11/9 (sexta-feira): Parcela líquida de R$ 800 (R$ 1.400: 32% dos vínculos)
- Até o dia 15/9 (terça-feira): Parcela líquida de R$ 1.400  (R$ 2.800: 67% dos vínculos)
- Até o dia 22/9 (terça-feira): Parcela complementar (100% dos servidores do Poder Executivo – ativos, inativos, pensões previdenciárias e pensões alimentícias).

Matéria extraída de: http://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/noticia/2015/08/salarios-de-agosto-dos-servidores-do-rs-serao-pagos-em-quatro-parcelas.html?utm_source=facebook&utm_medium=share-bar-desktop&utm_campaign=share-bar

sexta-feira, 28 de agosto de 2015

SINDICATO REALIZA MUTIRÃO EM PARCERIA COM O IOFAL - MAIS UM COMPROMISSO REALIZADO EM PROL DOS NOSSOS FILIADOS

Na manhã de hoje ( 27/08/2015 ) o Sindicato dos Trabalhadores Públicos Municipais de União dos Palmares – SINTPMUP e a Associação da Câmara Municipal de União dos Palmares – AFCAM em parceria com o IOFAL - União realizou um mutirão de consultas oftalmológicas para detectar glaucoma, catarata e pterígio (carne crescida).
Centenas de pessoas foram atendidas durante todo o dia, dentre elas servidores filiados e dependentes, bem como demais membros da sociedade palmarina. Pessoas dos mais diversos bairros do nosso município foram beneficiados, dentre eles: Conjunto Nova Esperança, Newton Pereira, Sagrada Família, Roberto C. de Araujo, Várzea Grande, etc.
E, devido a grande procura pelo atendimento o IOFAL disponibilizou uma nova data, sendo o dia 12 de setembro, para os que não puderam ser atendidos.
Agradecemos aos nossos Diretores (Tita do Sindicato, Ana Maria, Jelva, Fabiana, Cleide, Mauricio da Guarda, Adelson, Euclides, Adilson Nem, Eliane, Cicero da Silva, Emanoel Messias, Cicero Jose) Andreia, Leandra, Gerliany e Felix Oliveira que participaram ativamente, demonstrando compromisso com nossos filiados; ao Dr. Victor Pontes Lira e seus auxiliares; a equipe do IOFAL União; aos Agentes Comunitários de Saúde do nosso Município e a todos que diretamente ou indiretamente contribuíram para o sucesso desta grandiosa parceria. 
"Realizamos mais um compromisso com a categoria." Finalizou Tita do Sindicato.
































video

sexta-feira, 21 de agosto de 2015

SERVIDORES DA SAÚDE PROTESTAM CONTRA DESCASO DO PREFEITO DE UNIÃO DOS PALMARES


video


Entrevistados: Olivânio Albuquerque (Tita), presidente do Sindicato; e Lucilene da Conceição da Silva (Nena), representante do Sindacs/AL 

Repórter amador: Carlos Dos Santos
Cinegrafista: Samuel Paulo

Fonte https://www.facebook.com/opalmarino?pnref=story

quarta-feira, 19 de agosto de 2015

SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE UNIÃO DOS PALMARES ESTÁ ABANDONADA

Esta Unidade de Saúde existe há mais de 10 anos e funcionava para atender a comunidade da Zona Rural - Serra da Imbira e comunidades circunvizinhas. Desde 2013, na Gestão atual do Prefeito Beto Baia, a Unidade de Saúde foi abandonada com toda a sua estrutura física e material, deixando a comunidade a mercê de atendimento. 










ISTO ACONTECE EM UNIÃO DOS PALMARES


A população de União dos Palmares vem sofrendo com a falta de transporte adequado para locomoção de urgência, enquanto isso a ambulância do município está sendo usada indevidamente para transportar os profissionais da Secretaria Municipal de Saúde as suas respectivas Unidades de trabalho.

O Sindicato dos Médicos, o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais - SINTPMUP e a sociedade palmarina vem lutando para que os serviços avancem, pois já é o terceiro Secretario que assume a pasta da Saúde e até o momento nada avançou. Os cidadãos pagam seus impostos para que o Gestor reverta num serviço de qualidade.














terça-feira, 18 de agosto de 2015






Sindicato de União dos Palmares amplia serviços a seus filiados


A Diretoria Sindicato dos Trabalhadores Públicos Municipais de União dos Palmares – SINTPMUP vem trabalhando para proporcionar benefícios aos servidores municipais filiados ao Sindicato e seus dependentes. 

PARCERIA ENTRE SINDICATO E IOFAL

No dia 27/08/2015 (quinta-feira) ás 07:00 horas, no IOFAL União dos Palmares, haverá um mutirão de consulta oftalmológica para detectar glaucoma, catarata e pterígio (carne crescida) em pessoas com idade acima dos 40 anos. 

Nosso município tem uma quantidade representativa de funcionários públicos municipais e dependentes que são filiados a esta entidade (SINTPMUP) que irão usufruir desta parceria.

A luta é valorizada com a conquista.

Servidores do Município de União dos Palmares receberão o PIS-PASEP a partir de 04 de novembro de 2015

A Diretoria do Sindicato dos Trabalhadores Públicos Municipais de União dos Palmares - SINTPMUP procurou todas as instâncias para que o servidor municipal não fosse prejudicado com a falta do envio da RAIS. 

Devido ao atraso do envio da Relação Anual de Informações Sociais - RAIS, os servidores do quadro da Prefeitura Municipal de União dos Palmares deverão receber o abono salarial ano base 2014 a partir de 04/11/2015.

Para obter mais informações os servidores que tiverem alguma dúvida sobre o abono salarial devem procurar a sede do Sindicato ou ligar para 3281-5393.

segunda-feira, 17 de agosto de 2015

Concurso da Prefeitura de Inhapi - AL

Abertas mais de 230 vagas efetivas para profissionais de todos os níveis de ensino. A remuneração é de até R$ 2.400,0.

 

No sertão de Alagoas, a Prefeitura de Inhapi lançou o edital nº 01/2015 de concurso público, destinado à contratação de 235 profissionais de todos os níveis de ensino. A proposta salarial varia entre R$ 788,00 e R$ 2.400,00, por jornadas trabalhistas de 20 a 40 horas semanais.

O evento é organizado pela Fundação Universitária de Desenvolvimento de Extensão e Pesquisa (FUNDEPES) e pela Universidade Federal de Alagoas (UFAL), por meio do Núcleo Executivo de Processos Seletivos (COPEVE/UFAL).

As chances são para os cargos de assistente social, auditor fiscal da receita municipal, contador, controlador municipal, enfermeiro, engenheiro (agrônomo e civil), fisioterapeuta, gestor municipal de captação de recursos e convênios, médico (cardiologista, clínico geral, PSF, ginecologista e pediatra), veterinário, nutricionista, odontólogo, procurador municipal, psicólogo, secretário escolar, assistente administrativo, auxiliar da Procuradoria-Geral Município, auxiliar de enfermagem, fiscal de tributos, guarda Municipal, instrutor de informática, técnico em contabilidade, técnico em enfermagem, agente administrativo, agente comunitário de saúde, agente de combate às endemias, auxiliar de serviços gerais, merendeira, motorista (‘B’, C’ ou ‘D’) e Vigia. O Concurso Público também oferece vagas para os cargos de professor (artes, educação física, ensino religioso, geografia, história, inglês, língua portuguesa, matemática, professor do 1º ao 5º ano e professor pré-escolar).

Interessados têm até o dia 20 de setembro de 2015, para efetuar inscrição via endereço eletrônico: www.copeve.ufal.br/sistema. É cobrada taxa no valor de R$ 50,00 para nível fundamental, de R$ 70,00 para nível médio e de R$ 90,00 para nível superior.

O concurso será composto por prova objetiva, prevista para ser aplicada no dia 8 de novembro de 2015 em local e horário a serem informados com atencedência e também por avaliação de títulos, os quais devem ser entregues entre os dias 17 e 18 de dezembro de 2015.

É provável que o gabarito seja disponibilizado a partir das 21h do dia 12 de novembro  de 2015 e que o resultado final seja divulgado no dia 5 de fevereiro de 2016, nos sites: www.copeve.ufal.br  e www.fundepes.br.

A validade do concurso público será de dois anos, contados da data de sua homologação, podendo ser prorrogado uma única vez por igual período, mediante ato próprio de autoridade competente.


Fonte http://www.concursosnobrasil.com.br/concursos/al/2015/08/concurso-da-prefeitura-de-inhapi-al.html